Seguidores

11/07/09

8º ano - Poema Narradores de Javé

O trabalho com o filme Narradores de Javé propiciou diversas atividades com diferentes gêneros textuais. Aproveitando as ideias e situações apresentadas pelo filme, foram levantadas muitas questões em sala de aula, feitos vários paralelos, pois há no filme cenas parecidas às da realidade dos alunos e de muitas pessoas da região em que vivem.
Há que se destacar o problema da desapropriação, vivenciado atualmente pelos proprietários de residências às margens da BR 040. O motivo é diferente, visto, que no filme, era para a construção de uma hidrelétrica e aqui é para a duplicação da rodovia. Mas os alunos se puseram na situação de ambos os povos: da ficção e da realidade local e concluíram que o sentimento de perda e frustração não é diferente nos dois casos. Eles vivem essa realidade ou conhecem de perto alguém que está passando por aquele transtorno evidenciado pelo filme.
É lógico que não foram poucas as gargalhadas arrancadas pelas besteiras que o Antônio Biá pronunciava a todo instante. Mesmo os que costumam "torcer o nariz" quando se veem diante de um filme nacional, acabaram se rendendo aos gracejos e esquisitices dos personagens. Vários gêneros puderam ser trabalhados a partir do filme: carta pessoal, editorial(tendo como assunto a desapropriação), carta aberta à população(essa ficou muito engraçada porque os alunos conseguiram se colocar como políticos falando ao povo e se fizeram demagogos como muitos dos tais).
Não foi um trabalho rápido, na realidade extrapolei um pouco o tempo planejado, mas foi preciso destrinchar, por assim dizer, o filme parte por parte: o lugar, as pessoas, o dilema, a solução, o desfecho. Foram feitos recontos escritos sim, mas tive primeiro que esquematizar dentro da sequência que expus acima. Tudo feito de forma a não se tornar muito cansativo, pois faria com que os alunos perdessem o interesse. Dependendo da turma, cada grupo escrevia recontando uma parte, enquanto em outras turmas o trabalho pôde ser mais oral.
Mas o trabalho que vou destacar foi a criação do poema pelo 8º ano. Primeiro eles fizeram o reconto, cada grupo contou uma parte, descrevendo bem lugares e pessoas. Depois cada grupo criou uma estrofe para "montar"o poema. E ficou ótimo!







2 comentários:

  1. Cida, adorei a reestruturação do gênero cinematográfico, estou impressionada com a sua criatividade. Quanta sorte dos seus alunos ter uma professora como você. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Que legal, Cida. Aqui na escola o filme não agradou. Foi frustrante ver que os alunos ficaram só conversando e rindo de coisas sem importancia durante a exibição do filme.

    ResponderExcluir